ESQUERDA AMEAÇA TOCAR TERROR OUTRA VEZ EM BRASÍLIA DIA 30/06

0
211

A esquerda nazi-fascista está programando para esta sexta-feira 30/06 promover mais um espetáculo dantesco de vandalismos, incêndios, ataques, bombas e agressões contra as forças policiais em Brasília, a exemplo do que vem fazendo desde a queda de Dilma Rousseff, contra seu sucessor Michel Temer, eleito por eles na mesma chapa liderada pelo PT.

Prometem repetir a “bagaceira” do último dia 24 de maio, quando, além de quebrarem e queimarem banheiros químicos, sinalizações, iluminações, monumentos, pontos de ônibus, carros e tudo mais que viram pela frente, ainda destruíram e incendiaram vários ministérios, obrigando o Governo Federal a requerer intervenção das Forças Armadas.

Inicialmente estava anunciada mais uma “greve geral”, mas como fracassaram totalmente nas tentativas anteriores e várias centrais sindicais “roeram a corda” em troca do aceno de Temer de fazer voltar o imposto sindical obrigatório em troca de aliviarem as pressões contra as reformas trabalhista e previdenciária, tiveram de mudar os planos para sexta-feira.

Restaram na linha de frente da organização os tais de Povo “Sem Medo” (piada, pois basta a PM bater o pé e correm como vira-latas), Frente Brasil “Popular” (idem, pois sem pagar uns trocados e pão com mortadela não conseguem juntar quase ninguém) e outros lacaios comunistoides como o MST, MTST, UNE, UJS e seus black-blocs amestrados.

Sem apoio dos sindicalistas pelegos que “deram para trás”, estão arrebanhando massa de manobra nas cidades próximas a Brasília, engambelando os incautos dizendo que será uma manifestação “para exigir melhorias para as cidades”, como fazem sempre com índios mentindo que “vão tomar as terras”, com estudantes iludindo que “vão acabar com o ensino gratuito” e a mais recentes falsidades de que “vão acabar com direitos trabalhistas e com a aposentadoria”.

O que tem sido observado é que já na concentração, quando as estrelinhas da esquerda começam a falar nos carros de som e muitos percebem que foram enganados, pois a pauta é totalmente diferente daquela pela qual vieram, muitos já nem descem rumo ao Congresso. Isso vem obrigando os organizadores a inventar mentiras para outros públicos diferentes a cada data, coisa cada vez mais difícil.

Outro fato é que cada vez que a esquerda desce para a Esplanada dos Ministérios, basta começar o quebra-quebra e a repressão policial para a maioria dos “manifestantes” já começarem a voltar para trás (observe na foto central da arte em anexo), caindo na real de que foram manipulados e não vieram para cometer violência, muitos nem indo receber os R$ 30 ou 50,00 e mais pão com mortadela prometidos.

Na mais recente “bagaceira” promovida em Brasília, trouxeram de São Paulo vários ônibus com a torcida Gaviões da Fiel, conhecida por vários crimes e até mortes cometidas contra torcedores de futebol, conforme vídeo que circulou mostrando o líder dos “sem-teto” Guilherme Boulos agradecendo aos corintianos pela “ajuda” dada nas arruaças de 24 de maio.

Enfim, fica o alerta para as forças de segurança da Capital Federal, como a Secretaria de Segurança Pública, Polícia Militar, Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Comando Militar do Planalto e outras: a esquerda promete fazer mais um badernaço nesta sexta-feira. Setores de Inteligência dizem que já estão cientes e preparados.

E depois, como na última quarta-feira na Comissão dos Direitos Humanos da Câmara dos Deputados (toda infestada de esquerdistas) vão outra vez se fazerem de “vítimas” da “polícia truculenta e fascista”, palhaçada que acabou sendo detonada por um grupo de patriotas, conforme vídeo postado nesta página na semana passada. (Felipe Porto)

Comente aqui e no Facebook:

Deixe uma resposta